Ho Ho Ho 2016 acabou!!!

Mais um ano passou voando. Sim, ok, entendo que hoje ainda é 12/12, e em vinte minutos muita coisa pode acontecer – imagina em 20 dias. Mas já começaram as festas de fim de ano. O clima já é natalino e já está em andamento a contagem regressiva para 2017. Hoje mesmo já participei de um amigo oculto.

Em todo o canto vejo a esperança de que 2017 seja muito melhor, e que o ano atual quebrou o record no quesito “ano ruim”. E bota ruim. Teve de tudo, e não vou perder tempo escrevendo uma retrospectiva. Muitos sites bacanas podem fazer isso melhor que eu. Ou assista ao da Globo mesmo. Enfim, inúmeros gráficos, previsões, números, chutes… essa é a época do ano em que o povo fica frenético com a cabeça “no futuro”, como se o mesmo não começasse todos os dias.

Todo dia é um recomeço. Todo minuto é um minuto que você está consumindo do “futuro”. o que você faz AGORA vai refletir em algo daqui a pouco, ou amanhã, ou daqui a anos. Não é necessário esperar o ano começar para você fazer o que sempre quis, ou só então começar o projeto de vida, suas “resoluções” de ano novo, ou algo que vai ‘mudar a sua vida’. Você pode – e deveria – começar já. Aliás, chega de resolução “de ano novo”. Pense em “vida nova”. Comece já e permaneça no foco do seu sonho sempre.

Ou então, vamos fazer um exercício: você resolve “em 2017 vou perder 20 Kg”. E aí, consegue (ha ha ha) fazer isso. Em dezembro/2017 você está até mais do que os 20kg mais magro. E aí. Em 2018 você pretende perder a qualidade de vida que ganhou em 2017? Não, né? Mas você sabe também que, se conseguiu esse ganho em 12 meses, ou seja, se ficou 12 meses se esforçando – reeducação alimentar, exercícios, etc – isso já virou um hábito (ou não teria passado nem da primeira quinzena do ano, que é o que geralmente acontece).  É isso que devemos perseguir: criar novos hábitos. Não resoluções: hábitos.

Não seja você a pessoa a boicotar sua própria vida. Veja que hábitos você gostaria de ter, como você gostaria de melhorar como pessoa (estudar mais? ler mais? ser mais saudável?), e PERSISTA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *