O fim do Geocities

Parece até que eu estava adivinhando, mas podemos dizer que a Krull’s HomePage, mais uma vez, está à frente do seu tempo: o Geocities (onde estivemos desde a fundação de nosso site em 1996, até o fim de 2008), vai fechar as portas.

É triste ver mais um serviço gratuito fechando as portas… o Geocities sempre foi a solução mais “óbvia” para novatos que desejassem criar sua homepage, que não fosse necessariamente um “blog” (estes, provavelmente, iriam procurar o Blogspot)  – afinal de contas, o Geocities foi pioneiro nesse tipo de serviço (pode até não ser o primeiro, mas foi um deles, e na época, com certeza era o melhor). Mas, infelizmente, era visível que, nos últimos anos, o serviço estava totalmente abandonado pelo Yahoo!.

Há quanto tempo você não via nada de novo lá? E há quanto tempo o espaço disponível para os usuários vinha “encolhendo” ao invés de aumentar (como acontecia no início)? Pois é. Nos últimos anos, os interesses finaceiros vieram tomando o lugar do Geocities, e os donos deram cada vez mais ênfase na sua versão paga, até chegarem o ponto atual: a única versão que continuará no ar é a versão paga. Pagando, beleza, você fica com o site lá.

Só que, aí, a meu ver, eles vão ter um problema: o serviço pago do Yahoo! é muito ruim. Depois de muito pesquisar, fiquei onde estou hoje, no Bluehost. Atualmente, tanto ele quanto o Dreamhost são infinitamente superiores ao serviço de hospedagem pago do Yahoo!

Espaço ilimitado, hospedagem de quantos domínios e quantos sites você quiser colocar na sua área, contas de e-mail quase ilimtadas, hospedagem e instalação automática de inúmeros scripts (incluindo blogs, servidores de conteúdo, lojas virtuais, formulários, analisadores de logs, backup programado automático, etc, etc, etc…), posibilidade de hospedagem de sites com PHP, Perl, Ruby… poxa, é tanta coisa, e o Yahoo oferecendo só o básico do básico, com um site só, cobrando os olhos da cara…

Sei não, mas assim o Yahoo! vai acabar sendo obrigado a repensar as ofertas da Microsft…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *